Imperium in Imperio. Um estudo sobre o problema da raça negra, por Sutton Elbert Griggs

Literatura Afro-americana | Afro-futurismo | Originalmente publicado em 1899

Sutton Elbert Griggs foi precursor do gênero do afrofuturismo – mas não pensemos aqui em cenários altamente tecnológicos, engenharia genética e viagem no tempo. Aqui estamos falando de um romance de 1899, prévio ao gênero do sci-fi propriamente dito, que narra como dois jovens negros, educados em um experimento social, superaram seus colegas e se tornaram líderes comunitários exemplares. Porém, em vez de seguirem o governo dos EUA e se alistarem a cargos previstos para homens de seu talento, decidem ocupar o estado do Texas e separá-lo da América branca: trata-se de uma segunda Secessão. Funda-se, assim, o Imperium in Imperio, um “império dentro do império” para a população negra que já não espera mais por integração (ou por migalhas) por parte da América branca e resolve iniciar uma revolução.

Dados técnicos

208 páginas, brochura, 14x21cm. Lançamento em 04 de novembro de 2020
ISBN: 978-65-87491-05-9
Tradução: Felipe Vale da Silva
Posfácio: A ciência da coordenação popular de Sutton Elbert Griggs, por F. V. Silva (acessar posfácio na íntegra aqui)

Onde adquirir? Há a opção de compra direta por nossa loja virtual ou com nossos revendedores pela Amazon.



O Joguete dos Deuses | Paul Laurence Dunbar

Romance | Literatura Afro-americana | Originalmente publicado em 1902

Paul Laurence Dunbar retraça a experiência de uma família que continua a viver entre a criadagem de seus antigos mestres dos tempos de escravidão, até que o fiel mordomo, Berry Hamilton, é acusado por um crime que não cometeu. A família, vendo-se ostracizada por negros e brancos da pequena cidade sulista onde vive, decide se mudar para uma grande cidade do Norte, Nova York, e lá levar uma vida anônima. Os filhos da família Hamilton, Joe e Kitty, se deslumbra com a Nova York da virada do século, mas logo descobrem o preço da vida rápida da metrópole. O romance traz uma retrato precioso dos EUA da era do ragtime (gênero musical precursor do jazz), da vida boêmia do Bowery e da cena teatral da Broadway – além de retratar o conflito de uma geração antiga, submetida aos ritmos da vida rural e patriarcal do Sul, com a nova geração de negros e negras que, como Dunbar, aventuraram-se pelo mundo da arte e da modernidade cultural.

Dados técnicos

172 páginas, brochura, 14x21cm. Lançamento em 04 de novembro de 2020
ISBN: 978-65-87491-04-2
Posfácio: O Romance como acerto de contas. Um retrato de Paul Laurence Dunbar no final de sua carreira, por F. V. Silva (acessar posfácio na íntegra aqui)

Onde adquirir? Há a opção de compra direta por nossa loja virtual ou com nossos revendedores pela Amazon.

Jack London | A força dos fortes

A força dos fortes foi primeiramente publicado pela editora Macmillan em 1914. O volume reúne alguns dos contos mais célebres da fase média de Jack London, incluindo suas aventuras marítimas O pagão e O lavrador do mar, dois relatos extremamente sensíveis sobre amizade, adaptação e amor, escritos na esteira dos romances de Herman Melville e Joseph Conrad.​ O segundo grupo temático presente no volume é composto por A invasão sem precedentes, O inimigo do mundo todo e o texto que batiza a coletânea, A força dos fortes. Todos são contos de ficção especulativa, isto é, partem de um grande e se isto acontecesse? para discutir possíveis desdobramentos alternativos dos eventos históricos que conhecemos. A obra que intitula o volume, A força dos fortes, é ambientada na pré-história. Um velho explica aos netos os motivos de sua antiga tribo ter sido dizimada. Eles inventaram o dinheiro, a religião e o patriotismo, desviando-se de seu objetivo primário: viver harmonicamente num ambiente hostil e repleto de predadores. Trata-se de uma alegoria muito bem elaborada da trajetória da civilização, de seu início até as vésperas da Primeira Guerra Mundial, confrontando-nos com uma realidade alternativa em que a humanidade aprende com erros que até hoje nos assolam.                    
 O terceiro grupo temático é representado por Ao sul da fenda e O sonho de Debs, obras que revelam London como porta-voz da causa socialista nos EUA do início  do século XX. Em ambas as obras encontramos importantes relatos a respeito das tensões sociais da era Theodore Roosevelt, além de exemplos paradigmáticos do ‘conto-tese’, modalidade de escrita desenvolvida por London para articular suas ideias políticas. 

Artigo Bibliografia sobre Jack London
Artigo Jack London em português
Prefácio As Mil faces de Jack London, de F. V. Silva

Ficha técnica​Título original The Strength of the Strong
Lançamento 1914 nos EUA
Gênero Conto
Período Naturalismo, pré-modernismo  
Tradução e edição Felipe Vale da Silva
Revisão Sabrine Ferreira da Costa
Ano 2017
Número de páginas 208 pp.
ISBN 978-85-94447-02-9
Formato 14 x 21 centímetros
Miolo Papel Pólen Bold
Brochura
Edição comentada. Conta com os oito contos que compõe a edição original, um prefácio do editor brasileiro, um glossário de termos náuticos utilizados por London e seis imagens.