Próximos

Lançamentos programados para 2020

Karl Marx & Friedrich Engels. Escritos sobre a Guerra Civil Americana

O volume consistirá na tradução de 52 artigos inéditos de Marx e Engels, originalmente publicados em inglês e alemão. A parcela em inglês do texto está sendo traduzida por Muniz G. Ferreira (professor de História Contemporânea da UFRRJ); a parte alemã, por Felipe Vale da Silva (editor da Aetia).
• O livro sairá como lançamento conjunto da Aetia com a Editora Peleja.
• Escravidão não é um problema de configurações sociais arcaicas, mas foi o motor para o desenvolvimento do capitalismo industrial em meados de 1800, sendo sua forma mais extrema de exploração laboral. Por isso ela deveria interessar a nós, modernos, e interessados no atual estágio da luta de classes.
Prévia de dois dos artigos: A Guerra Civil Norte-americana (versão preliminar)

Nellie Bly. Dez dias em um manicômio
Em 1887, a jovem repórter Elizabeth Cochran Seaman (“Nellie Bly”), tendo ouvido rumores sobre tratamento abusivo a mulheres internadas em um manicômio em Nova York, resolve se investigar — na condição de paciente. Bly vivenciou os dez dias que nunca mais pôde esquecer. Seu relato foi motor para a primeira reforma manicomial no estado de NY.
(Volume 2 da Série Clássicos do Jornalismo Investigativo)

Johann Wolfgang Goethe. Götz von Berlichingen da mão de ferro
Primeira peça teatral do Sturm und Drang e obra que lançou Goethe ao mundo do teatro, Götz von Berlichingen retrata a tragédia de um nobre que vive a falência dos valores de heroísmo, bravura e espírito comunitário que supostamente caracterizaram a pequena nobreza do séc. XVI. A nova nobreza que surge é indolente, corrupta, ociosa — ou seja, aquela que estava no poder na época de Goethe, e a qual ele retrata impiedosamente. O texto deu início à tradição de ficção histórica na Alemanha, e conta como primeiro retrato da Guerra dos Camponeses de 1524/5, a primeira revolta em massa declaradamente interessada em derrubar o sistema feudal (retomada mais tarde por Ferdinand Lassalle, Friedrich Engels, Ernst Bloch).

John Polidori. O Vampiro (edição comemorativa de 200 anos)
Lançamento conjunto com a Editora Sebo Clepsidra.
Além de suas qualidades literárias, a obra também é importante e permanece relevante por tratar-se do primeiro conto vampírico inglês e pelo fato de seu vilão, Lord Ruthven, ser o primeiro vampiro masculino da literatura inglesa. O livro vem acompanhado de cerca de 310 páginas de extras (a maioria inéditos, incluindo cartas, ensaios, resenhas, diários e obras derivadas do conto originalmente escritas em alemão, francês e inglês, todas em tradução exclusiva). Previsto para julho/2020
Mais informações aqui.