Próximos

Lançamentos programados para 2020

Paul Laurence Dunbar. O Joguete dos Deuses (1902)

Dunbar retraça a experiência de uma família que continua a viver como entre a criadagem de seus antigos mestres dos tempos de escravidão, até que o fiel mordomo, Berry Hamilton, é acusado por um crime que não cometeu. A família, vendo-se ostracizada por negros e brancos da pequena cidade sulista onde vive, se vê na necessidade de se mudar para uma grande cidade do Norte, Nova York.

O romance traz uma retrato precioso dos EUA da era do ragtime (gênero musical precursor do jazz), da vida boemia do Bowery e da cena teatral da Broadway – além de retratar o conflito de uma geração antiga, submetida aos ritmos da vida rural e patriarcal do Sul, com a nova geração de negros e negras que, como Dunbar, aventuraram-se pelo mundo da arte e da modernidade cultural.
O livro está em pré-venda!: Clique aqui

Sutton Elbert Griggs. Imperium in Imperio: um estudo sobre o problema da raça negra (1899)

 Este livro é precursor do gênero do afrofuturismo – mas não pense em cenários altamente tecnológicos, engenharia genética e viagem no tempo. Aqui estamos falando de um romance de 1899, prévio ao gênero do sci-fi propriamente dito, que narra como dois jovens negros, educados em um experimento social, superaram seus colegas e se tornaram líderes comunitários exemplares. Porém, em vez de seguirem o governo dos EUA e se alistarem a cargos previstos para homens de seu talento, decidem ocupar o estado do Texas e separá-lo da América branca: trata-se de uma segunda Secessão. Funda-se, assim, o Imperium in Imperio, um “império dentro do império” para a população negra que já não espera mais por integração (ou por migalhas) por parte da América branca e resolve iniciar uma revolução.

O livro está em pré-venda!: Clique aqui